/ Conteúdo

Junta Comercial gaúcha contabiliza 42% de baixas de CNPJ’s em três meses

A Junta Comercial do Estado do Rio Grande do Sul (Jucergs) está entre as cinco primeiras no ranking de baixas de CNPJ’s (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica) realizadas no primeiro trimestre deste ano abrangendo as 27 juntas comerciais do país. A Jucergs contabiliza 42% de baixas eletrônicas. Em primeiro lugar desponta a Junta Comercial do Estado de Sergipe com o percentual de 50%, seguida de Pernambuco (48%), Pará (45%) e Paraná (44%).

O presidente da Jucergs, Paulo Mazzardo, destaca que o resultado alcançado é a soma de esforços de todos os órgãos envolvidos no processo de modernização da autarquia. “Uma das diretrizes do órgão de registro é a de viabilizar ferramentas para que os usuários possam ter acesso de forma eficaz ao CNPJ”, afirma o dirigente. Para ele, o CNPJ é fundamental para toda a sociedade no qual a pessoa jurídica está inserida. A questão de ter o cadastro regular junto a Receita Federal do Brasil, segundo Mazzardo é uma forma do usuário atuar com responsabilidade social perante o governo e também a comunidade em que vive. “Não é somente o pagamento de impostos, mas o enquadramento da pessoa jurídica no país”, disse ele, salientando que o CNPJ é um cadastro onde todas as pessoas jurídicas e as equiparadas (pessoas físicas que exploram em nome individual atividades com intuito de lucro) têm que se inscrever antes de iniciarem as suas atividades.

Já em relação ao Documento Básico de Entrada (DBE), Mazzardo informa que no último mês de abril, a Jucergs contabilizou 89% dos atos de inscrição e alteração levados a registro e teve um acréscimo de 0,6% em comparação a abril de 2014. Neste ano, em abril, foram totalizados 10.945 atos arquivados, sendo 9.748 de solicitações atendidas. Segundo ele, esse percentual é comemorado, pois evidencia que o Sistema de Simplificação (Redesim) já é realidade na questão da simultaneidade de arquivamento dos atos societários e documentos de regularização do CNPJ, junto a Receita Federal do Brasil, no estado do Rio Grande do Sul.

Fonte: Site Governo do Estado do Rio Grande do Sul